Ads 468x60px

muc

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Líder da greve de PMs, Prisco fica detido na Cadeia Pública de Salvador

Ex-policial militar foi preso na manhã desta quinta-feira.
Prisão ocorreu durante desocupação da Assembleia Legislativa da Bahia.



Do G1 BA


O ex-policial militar Marco Prisco, considerado líder da greve de PMs na Bahia, foi encaminhado no fim da tarde desta quinta-feira (9) para a Cadeia Pública de Salvador, no Complexo Penitenciário da Mata Escura, de acordo com informações da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).
Ainda segundo a Seap, Prisco está detido em uma cela separada dos outros detentos para garantir sua integridade física.
Marco Prisco (Foto: Reprodução/TV Bahia)Marco Prisco momentos antes de deixar a
Assembleia (Foto: Reprodução/TV Bahia)
Desocupação da Assembleia
O prédio da Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador, foi liberado na manhã desta quinta-feira pelos policiais militares grevistas que mantinham a ocupação desde 31 de janeiro. Marco Prisco e o policial Antônio Angelim deixaram o local presos. Ambos saíram pelos fundos da Assembleia, evitando o contato com a imprensa. A estratégia foi uma exigência de Prisco, que liderava a ocupação.
A saída dos manifestantes e as prisões ocorreram após o Jornal Nacional divulgar, na quarta-feira (8), conversas gravadas entre os chefes dos PMs grevistas na Bahia que mostram acertos para realização de ações de vandalismo em Salvador. Marco Prisco, que também é presidente da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares (Aspra), foi flagrado em ao menos um dos telefonemas. Tanto ele quanto Angelim estavam na lista dos 12 integrantes do movimento que eram alvo de mandados de prisão. Até esta manhã, cinco foram presos.

0 comentários:

Postar um comentário